Bocaina 08-10/09/2017

No feriado da Independência, foi a vez de visitar um destino turístico preservado e pouco explorado, repleto de Mata Atlântica, berço da Nascente do Rio Paraiba do Sul, da famosa Trilha do Ouro (para os mais destemidos aventureiros) das Cachoeiras de água gelada com mais de 200m de queda, picos e mirantes acima dos 2000m de altitude e ponto de parada obrigatório para os amantes do offroad, a fantástica Serra da Bocaina, localizada na divisa entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.
A cidade escolhida para receber o grupo, foi a pacata e charmosa São José do Barreiro SP, cujo nome se deve a uma capela erguida em devoção ao santo e a formação de um atoleiro intransponível em períodos de chuva, até mesmo para as mulas de carga e cavalos das corajosas expedições que enfrentavam a travessia da Bocaina até o litoral de Paraty, transportando alimentos e produtos para comércio nas vilas próximas.
Nossa equipe, recebeu o grupo de 29 pessoas e 12 viaturas na sexta-feira, com um jantar de boas vindas farto, preparado especialmente por um restaurante típico caipira.
No sábado, depois de uma noite de descanso nas pousadas, hora de acordar cedo e iniciar as aventuras pela Serra da Bocaina. Subimos pela via tradicional, onde avistamos o Vale do Paraiba Paulista e Sul Fluminense e toda Serra da Mantiqueira, após 27km de muito visual bonito, com direito a parada no Mirante do Beija Flor, a 1750m de altitude, foi a vez de encarar uma caminhada de 2km até a Cachoeira Santo Izidro, com 90m de quedas e águas cristalinas e super geladas, onde alguns corajosos se banharam e contemplaram a natureza em sua perfeição absoluta. Depois de um banho gelado, hora de almoçar, e mais uma vez a gastronomia impressiona, farta e repleta de aperitivos, servida a beira do fogão a lenha. Não vamos descansar muito, porque a aventura continua, hora de seguir em frente e continuar a travessia da Bocaina, visitar as Ruínas da Casa de Pedra, local de muitas lendas e causos, nos faz relembrar os tempos áureos da Serra, continuando o roteiro, percorremos muitos kilometros até a estrada do Pau Casado, com um desnível acumulado de mais de 1000m em poucos kilometros, muitas pedras soltas e cercado pela floresta, momento de engatar a reduzida e ser feliz! Esse trecho em épocas chuvosas, se torna alegria dos jipeiros, é um desafio convidativo de se encarar.
Depois de muita aventura e emoção, encerramos nosso dia com mais culinária caipira e tropeira, com música ao vivo, muita moda de viola com artistas regionais, cervejas artesanais e muita alegria, descontração e um ótimo bate-papo.
Já no último dia, pra fechar com chave de ouro, um Tour mais leve, mas não tão fácil, as margens da Represa do Funil, enfrentamos atoleiros e erosões, além de uma travessia de rio de aproximadamente 100m, onde todos testaram suas viaturas, tiveram aula prática de como usar prancha de desatolagem, guincho e de companheirismo. Almoço servido, vamos encarar a lama argilosa da Represa do Funil, registrar ótimos momentos e se despedir de todos, já pensando na próxima trilha!
Esse evento foi organizado pela Wanderlust Offroad & Adventures e Bocaina Experience em parceria com o TRILHAS SP 4X4 (Rafael Leite).

pt_BRPortuguese